Cheesecake de requeijão e limão com mirtilos

Cheesecake significa, literalmente, “bolo de queijo” e é um doce em que a camada principal consiste numa mistura de queijo macio (normalmente queijo creme ou ricotta), ovos e açúcar. Pode ter uma camada inferior, feita à base de bolachas ou biscoitos esmagados, e pode ainda ser coberto com fruta, natas batidas, compota, chocolate ou o que a imaginação ditar. É comum encontrar o cheesecake feito com gelatina, mas não sou grande apreciadora dessa versão. A versão mais tradicional deve ser cozida em banho-maria no forno, tal como este cheesecake de requeijão e limão coberto com mirtilos que vos trago hoje.

Neste cheesecake não veem uma base de bolacha ou bolo. Também vão precisar de uma pequena quantidade de bolachas, ou biscoitos, para forrar a forma, mas é mais como uma película antiaderente do que como uma base. Eu usei amaretti, que são uns biscoitos de amêndoa, contudo podem usar outros que gostem ou que tenham à mão. No fim, esta película de migalhas de bolacha é absorvida pelo cheesecake e é quase imperceptível. É uma sobremesa que não dá trabalho nenhum a fazer mas que demora tempo, pelo que se o quiserem servir ao almoço devem pensar em fazê-lo no dia anterior.

A inspiração inicial para esta receita veio do blog Local Milk. Estava a fazer uma limpeza das receitas que vou marcando para ler com mais calma ou experimentar mais tarde e deparei-me com um cheesecake de ricotta e chocolate branco ilustrado por umas imagens lindas. No final, acabei por me desviar bastante da receita da Beth porque queria um cheesecake com aromas mais leves e frescos, pois a primavera está mesmo a começar. Dado que não encontrei ricotta fresco optei por usar requeijão de ovelha na receita, o qual é feito á base do soro do leite, tal como o ricotta italiano.

Espero que experimentem esta receita porque acho que vão gostar. Este cheesecake de requeijão e limão coberto com os pequenos mirtilos arroxeados é uma sobremesa fresca e pouco doce, um quase-bolo bastante húmido, em que se sente o sabor suave do requeijão, a acidez vívida do limão e o agridoce sumarento dos mirtilos, que vão deixando um leve rasto de azul sobre o amarelo pálido à medida que se vão cortando fatias. É só um pequeno pormenor, mas eu achei bonito.

Cheesecake de requeijão e limão com mirtilos
Cheesecake de requeijão e limão com mirtilos
Cheesecake de requeijão e limão com mirtilos
Cheesecake de requeijão e limão com mirtilos
Cheesecake de requeijão e limão com mirtilos

Cheesecake de requeijão e limão com mirtilos

serve 8

Preparação:

Cozedura:

INGREDIENTES:

  • 750 g requeijão de ovelha (ou queijo ricotta fresco)
  • 1/2 colher de chá de manteiga
  • 75 g de bolachas ou biscoitos (ao vosso gosto)
  • 250 g de queijo Mascarpone
  • 50 g de farinha sem fermento
  • 200 g de açúcar
  • 4 ovos grandes
  • Raspa de 1 limão
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • 200 g de mirtilos
  • Açúcar em pó para polvilhar (opcional)

 

INSTRUÇÕES:

  1. Coloque o requeijão num coador de rede e deixe ficar durante, pelo menos, uma hora para escorrer o excesso de líquido.
  2. Pré-aqueça o forno a 180° C. Reduza as bolachas ou biscoitos a migalhas finas (pode usar um processador de alimentos ou, mais simples, coloca-los dentro de um saco plástico e passar com o rolo de cozinha por cima). Unte uma forma redonda de mola (com cerca de 23 cm) com manteiga e forre com as migalhas de bolacha (deite as migalhas na forma e vá rodando para que adiram ao fundo e aos lados). Envolva toda a forma com duas ou três camadas de folha de alumínio para prevenir a entrada de água do banho-maria.
  3. Bata o queijo Mascarpone na batedeira elétrica, equipada com o acessório de bater claras, até formar um creme suave. Junte o requeijão e bata até obter uma mistura macia e homogénea (deve ser necessário passar uma espátula pelos lados da taça da batedeira uma ou duas vezes). Adicione a farinha e o açúcar e depois os ovos um a um, batendo sempre entre cada adição. No fim, incorpore a raspa e o sumo de limão.
  4. Ferva 1,5 a 3 litros de água (a quantidade exata vai depender do tamanho do tabuleiro que use para cozer o cheesecake em banho-maria).
  5. Verta a massa na forma preparada. Coloque a forma dentro de um tabuleiro de forno e este dentro do forno pré-aquecido (a meio). Despeje a água fervente no tabuleiro, de modo a que cubra cerca de metade da altura da forma de mola. Coza durante 1 hora e 15 minutos, até ficar firme (pode fazer o teste do palito para confirmar que está cozido; o cheesecake vai ficar mais firme à medida que arrefecer).
  6. Retire do banho-maria e deixe arrefecer à temperatura ambiente. Coloque depois no frigorífico durante, pelo menos, 4 horas ou de um dia para o outro. Para servir o cheesecake de requeijão e limão, retire-o do frigorífico e deixe voltar à temperatura ambiente. Decore com os mirtilos e polvilhe com açúcar em pó.

 


ENTRE EM CONTACTO

Gostava muito de conhecer a sua opinião sobre este artigo, em particular, ou sobre o blogue, em geral. Pode usar a caixa de comentários no fim de cada artigo ou enviar um e-mail através da página de contacto. Pode ainda seguir o blogue através do Facebook, Instagram e Pinterest e, se quiser receber um e-mail quando sair um artigo novo, pode subscrever a newsletter no fim desta página.

Até à próxima.

4 comentários

Inês Ginja 8 Abril, 2017 - 14:13

Adoro cheesecake Paula, e prefiro muito mais estas versões no forno.
Ficou lindo, adoro com os amaretti, o requeijão tão nosso e os mirtilos que amo.
As fotos estão lindas!! Um beijinho.

Responder
Paula 14 Abril, 2017 - 18:51

Muito obrigada doce Inês. Um beijinho

Responder
Ruth Miranda 4 Abril, 2017 - 10:56

Não sou grande fã de cheesecakes aparte o seu visual – acho que fazem sempre um bolo lindo, digno de fotografar. O único cheesecake que fizémos cá em casa foi desses mesmo, cozido em banho maria no forno, mas o meu marido que é teimoso que nem uma mula teimou em comprar um queijo creme daqueles que são estilo queijo processado, não se se estás a ver o género, em vez de trazer daqueles estilo philadelphia e a mim o bolo soube-me horrivelmente mal. Ele e o puto gostaram, eu detestei. Todos os outros cheesecakes que tinha provado eram dos que são feitos com gelatina, e eu odeio trabalhar com gelatina ahahahah, dou-me TÃO mal, sai sempre mal, é tipo o caramelo, nunca consigo fazer. Adoro o toque dos mirtilos por cima daquela camada mais amarela, fica um contraste de cor tão bonito, tão chiaroscuro, parece um quadro!!
https://bloglairdutemps.blogspot.pt

Responder
Paula 14 Abril, 2017 - 18:51

Obrigada pelo gentil comentário Ruth. Tens que experimentar este, acho que vais gostar e não tens que usar a gelatina em folha. Eu também não gosto nada, nem sempre me corre bem 😉
Beijinhos

Responder

Deixe um comentário

* Ao usar este formulário concorda que este site processe a sua informação pessoal. Para mais detalhes, consulte a Política de Privacidade do site.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fique a saber como são processados os dados dos comentários.

Usamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao usar o site concorda com a nossa utilização de cookies. Aceitar Saber Mais